textura-topo

Tratamento Clínico de varizes

Running runner woman stretching leg muscle preparing for sunset trail run in outdoor summer nature. Female athlete lower body crop of feet doing legs stretches getting ready for cardio warmup.

Quando está indicado o tratamento clínico das varizes?

Pacientes com varizes de membros inferiores que não farão o tratamento cirúrgico por algum motivo devem realizar o tratamento clínico no intuito de diminuir os sintomas e evitar a progressão da doença. Pacientes muito idosos, ou com comorbidades que impeçam o tratamento cirúrgico ou o tratamento com a escleroterapia (espuma por exemplo) são os com maior indicação ao tratamento clínico isolado.

Devido à predisposição genética das varizes, mesmo pacientes que já realizaram cirurgias e tratamentos prévios devem sempre tomar as medidas clínicas necessárias para evitar a recidiva da doença.

agendar-consulta-vascular

Como é feito o tratamento clínico das varizes?

Exercícios físicos aeróbicos regulares, como caminhada, natação, bicicleta, são importantes em pacientes com predisposição ou já com varizes de membros inferiores.

Elevação dos membros ao repouso e evitar ficar muitas horas sentado com os membros pra baixo levam a melhora do peso e inchaço das pernas.

Alguns pacientes tem indicação de uso de medicamentos venotônicos, os quais auxiliam no controle dos sintomas.

Pacientes com inflamação ou úlceras necessitam terapias específicas e curativos especiais.

Qual é a função da meia elástica?

Uma das principais medidas clínicas é o uso regular da meia elástica. Trata-se de uma meia compressiva, com diferentes níveis de compressão do tornozelo às porções superiores do membro, provocando uma compressão homogênea no membro. A função da meia elástica é promover a compressão da perna, e consequentemente das veias varicosas. Isto leva à uma diminuição do diâmetro das veias dilatadas reduzindo o refluxo que ocorre pelas mesmas. Também auxilia o funcionamento da musculatura da panturrilha. Com estas funções reduz a dor e inchaço ao final do dia, além de impedir a progressão ou recidiva da doença em muitos casos.

Existem no mercado vários tipos de meias elásticas, com diferentes compressões (suave, média, alta e muito alta) e diferentes comprimentos (3/4, 7/8 ou meia-coxa, meia-calça). Para cada caso está indicado um tipo de meia elástica e é necessária a receita médica. A meia deve ser colocada pela manhã e retirada ao final do dia.

Pacientes que foram submetidos a cirurgias ou certos procedimentos para tratamento de varizes devem usar a meia elástica obrigatoriamente por um período pré-determinado. Pessoas com histórico de trombose venosa profunda prévia ou insuficiência venosa crônica por outros motivos também devem fazer uso. Pessoas sem doença venosa, mas que fiquem muito tempo de pé e gestantes (devido à compressão do útero nas veias que drenam os membros inferiores) também devem usar a meia elástica prescrita pelo cirurgião vascular.

As medidas clínicas são extremamente importantes no controle da doença, no entanto nenhuma dessas medidas é capaz de exterminar as veias varicosas já presentes nos pacientes.

Foto 1 - Meia elastica