textura-topo

Varizes

Painful varicose and spider veins on womans legs who is active and working out self-helping herself in overcoming the pain. Two active seniors in the background. Vascular disease varicose veins problems active life concept.

O que são varizes?

Varizes são veias dilatadas, tortuosas e azuladas, que aparecem principalmente nas pernas. Acometem cerca de 30% da população, sendo que a prevalência em mulheres é 3 vezes maior que em homens. Essa maior prevalência no sexo feminino é justificada pelas flutuações hormonais que ocorrem durante o ciclo menstrual e gestação, as quais podem gerar alterações no sistema venoso.

As veias das pernas reconduzem o sangue para cima após este ter irrigado os membros inferiores. Possuem válvulas cuja finalidade é impedir o retorno do sangue aos pés pela ação da gravidade, de forma que o sangue que circula pelas veias tenha trajeto sempre ascendente (no sentido do coração). Quando estas válvulas não funcionam com eficiência (refluxo), o sangue passa a se acumular e seguir trajeto para as veias mais superficiais, levando à dilatação dessas e consequentemente às varizes e suas complicações.

agendar-consulta-vascular

Quais são as causas das varizes?

As varizes podem ser classificadas como primárias ou secundárias.

As varizes primárias tem como principal causa a herança genética. Tem origem no próprio sistema venoso superficial dos membros inferiores, ou seja, nas veias presentes abaixo da pele / subcutâneo. No entanto, os seguintes fatores de risco podem provocar sobrecarga venosa e contribuir para o agravamento do quadro:

  1. Sobrepeso e obesidade
  2. Sedentarismo
  3. Gestações
  4. Longos períodos em pé
  5. Uso de hormônios, como por ex. anticoncepcional ou reposição hormonal
  6. Tabagismo

As varizes secundárias são aquelas que surgem após uma alteração no sistema venoso profundo, ou seja, nas veias presentes profundas à membrana que envolve os músculos da coxa e perna. Este sistema profundo é responsável por 90% do retorno venoso dos membros inferiores, e lesões no mesmo acarretam o desvio do sangue para o sistema venoso superficial e consequente dilatação de suas veias. Trombose venosa profunda, pós-trauma e doenças congênitas são causa de varizes secundárias.

Foto 2 - varizes explicacao

O que são veias safenas?

As veias safenas fazem parte do sistema venoso superficial e são veias de grande extensão. A veia safena magna inicia-se no tornozelo, percorre toda a face interna da perna e coxa e desemboca no sistema venoso profundo na região da virilha. Já a veia safena parva inicia-se no tornozelo, percorre a panturrilha e desemboca nos sistema venoso profundo atrás da prega do joelho.

As veias safenas quando estão insuficientes (com refluxo) se tornam dilatadas e contribuem para o aparecimento das varizes. Neste caso devem ser tratadas para evitar a recidiva das varizes.

Quais são os sintomas das varizes?

A maioria dos pacientes apresenta dor e sensação de peso ao final do dia, muitas vezes associados a inchaço das pernas. Esses sintomas tendem a piorar com a postura ereta e melhorar ao repouso com os membros elevados. Queixas como dor e queimação no trajeto das veias também podem ocorrer. Alguns pacientes não apresentam sintomas, sendo a queixa principal o desconforto estético.

As varizes são uma doença de caráter evolutivo, com tendência a piorar com a idade. Suas complicações são:

  1. Hemorragia: sangramento do cordão varicoso pós trauma. A depender do tamanho da veia, o sangramento poder ser em grande quantidade.
  2. Tromboflebite: inflamação devido à formação de coágulos no interior das veias superficiais, levando à dor, vermelhidão e endurecimento local.
  3. Alterações de pele: devido ao acúmulo de sangue de forma crônica, a pele da região dos tornozelos pode ser tornar escurecida (dermatite ocre), avermelhada com prurido local (eczema varicoso), esbranquiçada (atrofia branca) ou até mesmo endurecida (lipodermatoesclerose).
  4. Úlceras varicosas: estágio avançado da insuficiência venosa, no qual há aparecimento de feridas geralmente na parte interna do tornozelo, de difícil cicatrização.

Como é feito o diagnóstico de varizes?

O diagnóstico é clínico.  Após exame físico detalhado, o principal método diagnóstico é o Ultrassom com Doppler. O exame é realizado de rotina em pacientes com varizes, a fim de apontar as causas do refluxo, avaliação das veias safenas, profundas e perfurantes e investigação de obstrução venosa.

Tratamentos das varizes

O tratamento depende do tipo e quantidade de veias acometidas, bem como das condições clínicas do paciente, podendo variar desde tratamento clínico, escleroterapia até tratamento cirúrgico. Uma avaliação completa é necessária para a decisão do melhor tipo de tratamento em cada caso.

  1. Tratamento clínico
  2. Tratamento cirúrgico com LASER ou Radiofrequência
  3. Tratamento com espuma